Loja Virtual

Loja Virtual
Loja Virtual

Cristais

Cristais
Cristais

Produtos Vendidos

Produtos Vendidos
Produtos

Diferença entre Amuletos e Talismãs



Amuleto


A palavra amuleto é provavelmente derivada do latim, amolior, que significa " eu afasto, ou espanto".


Um amuleto é um objeto mágico cujo propósito é de afastar o perigo e a má influência de seu dono. Ele é um instrumento de proteção, age como escudo oculto para repelir o mal.

Ex.: Vaso com 7 Ervas ( Não contendo pimenta), Alecrim, Arruda, Olho Grego ou Olho Turco, Semente Olho Cabra, Semente Olho de Boi, Olho de Hórus, Pentagrama, Âmbar e também Cíclame.







Olho Grego / Olho Turco 

Nos países do Oriente Médio, uma das formas mais comuns de amuleto utilizado para repelir a inveja e o mau-olhado é o Olho Azul. Protege o ambiente em que ele esteja colocado, consumindo assim, os maus fluidos e filtrando todas as energias do ambiente. Caso o olho se quebre, ele deve ser jogado fora e substituído por outro. Também é conhecido como Olho Grego ou Olho Turco.









O Udyat(olho) de Hórus, é um dos mais poderosos amuletos do antigo Egito. Segundo uma lenda, o olho esquerdo de Hórus simbolizava a lua e o ditreito o sol. Oudyat é a união do olho humano com a vista do falcão, animal associado ao deus Hórus. Era usado, em vida, para afugentar o mau-olhado e , após morte, contra os infortúnios do além.







Ankh Cruz Ansata

Conhecido também como símbolo da vida eterna. Os egípcios a usavam para indicar a vida após a morte.

A alça oval que compõe o ankh sugere um cordão entrelaçado com as duas pontas opostas que significam os princípios feminino e masculino, fundamentais para a criação da vida. Em outras interpretações, representa a união entre as divindades Osíris e Ísis, que proporcionava a cheia periódica do Nilo, fundamental para a sobrevivência da civilização. Neste caso, o ciclo previsível e inalterável das águas era atribuído ao conceito de reencarnação, uma das principais características da crença egípcia[carece de fontes]. A linha vertical que desce exatamente do centro do laço é o ponto de intersecção dos pólos, e representa o fruto da união entre os opostos.








Yoshua


Nome místico e cabalístico de Jesus - É um símbolo harmonizador, protetor, equilibrador e de limpeza, servindo também como auxiliar nas meditações e orações.







Talismã


O talismã provém da palavra árabe - Tilasm, e também da palavra grega Teleo que significa "consagrar". 

Um talismã é um instrumento utilizado para atrair alguns benefícios para seu dono.

Ex.: Maneki Neko, Ferradura, Pentagrama, Pirâmide, Darumã, Trevo de 4 folhas.








Maneki Neko (招き猫, literalmente conhecido como gato que acena), também conhecido como Gato da Sorte, Gato do Dinheiro ou da Boa Sorte é uma escultura asiática comum, na maior parte das vezes feita em cerâmica, que se crê trazer boa sorte ao seu dono. 

Diversas histórias falam sobre a origem do maneki neko. A versão mais popular é datada do século XVII e conta que um monge do templo Goutokuji tinha uma gata chamada Tama. Enquanto ele comentava sobre as precárias condições do templo à gata, um samurai, Ii Naotaka, que voltava da batalha de Tennoji, passava em frente ao templo quando começou a cair uma tempestade. Naotaka correu para se abrigar embaixo de uma árvore e ao esperar a chuva passar, viu Tama sentada acenando para ele. Surpreso com a habilidade do felino, enquanto corria até Goutokuji um raio fulminante caiu na árvore que há pouco o abrigara. O samurai entendeu que o gato salvara a sua vida e imediatamente entrou no templo para rezar em agradecimento à sua vida. Assim que entrou no recinto, Naotaka percebeu a condição precária do templo e doou todo o dinheiro que ele tinha consigo naquele momento.


A partir de então, a família de Naotaka e todo o povo de Goutokuji passou a frequentar o templo, trazendo a prosperidade ao local. Para homenagear o gesto de Tama, foi esculpido no local uma estátua da gata reproduzindo o gesto. Depois de um tempo, miniaturas da estátua passaram a ser distribuídas aos visitantes do templo.


Da lembrança de Goutokuji até os dias de hoje o maneki neko mudou bastante e atualmente ele é fabricado com algumas particularidades:


Uma moeda dourada chamada Koban. Usada no período Edo, esta moeda valia 10 milhões de ryô.


Um colar vermelho. Durante o período Edo, o gato era um animal de estimação muito caro e as mulheres ricas da época enfeitavam seus gatos com um colar vermelho feito de hichirimen (uma flor vermelha) e um sino para saberem por onde andava o gato.


Um avental. Relacionado com o Jizo Bodhisattva, protetor das crianças e das gestantes.


Diversas cores com seus significados, por exemplo: branco (pureza), preto (saúde e espantar maus espíritos), vermelho (proteção, espantar maus espíritos e saúde), dourado (riqueza), rosa (amor), roxo (força artística) e verde (força nos estudos).






Trevo de Quatro Folhas

Tudo indica que é por causa da sua raridade na natureza. Presente na maioria das regiões temperadas e subtropicais do planeta, o trevo – como já diz seu nome científico Trifolium repens – normalmente produz apenas três folhas. Além disso, o número quatro é considerado mágico em muitas culturas, por vários motivos: são quatro os pontos cardeais, as estações do ano, os elementos alquímicos (terra, ar, fogo e água) e as fases da Lua. Quatro são as letras do nome de Deus (YHVH, Javé) entre os hebreus; número também dos evangelistas e dos braços da cruz, entre os cristãos. Acredita-se que o uso do trevo de quatro folhas como talismã tenha se originado com os druidas, sacerdotes dos celtas, povo que ocupou a Europa no primeiro milênio a.C.




Ferradura - Há registros de que esse objeto já era considerado um amuleto desde a Grécia antiga. Primeiro porque era feito de ferro, elemento que os gregos acreditam proteger contra todo mal. Além disso, seu formato lembrava a lua crescente, símbolo da fertilidade e prosperidade.







Loja Esotérica. Ampla variedade de Imagens Santos, Produtos Wicca, Produtos Xamânicos, Produtos Ciganos, Incensos, Essências, Aromaterapia, Amuletos, Feng Shui, Decoração, Presentes, Livros, Velas e muito mais.






Nenhum comentário